20 de abril de 2016

Arranjos e mais arranjos…

Olá!

Apresento mais arranjos de suculentas/cactos que tenho vindo a fazer, por encomenda.

Aproveito esta postagem para agradecer todos os pedidos efectuados.

Fiquei muito feliz por ver o meu hobby reconhecido.


Obrigada, são umas queridas!












Este último arranjo é uma óptima opção para o dia da Mãe!


Para futuras encomendas contactar através de:

       - Web Site: evelyne-home-interiors.blogspot.pt
       - E-Mail: evelyn.home.interiors@hotmail.com
       - Telemóvel: 914 566 417





Beijinhos,

Evelyne

17 de abril de 2016

Arranjos Ikebana...

“Em Abril águas mil,” ditado popular que se aplica na perfeição nestes ultimas semanas!

Quando o tempo não ajuda, por que não criar um ambiente primaveril nos nossos lares?

No meu caso, escolhi os rododendros.


Aproveitei para experimentar um arranjo japonês denominado IKEBANA.

Esta palavra, é fruto da fusão ikeru “acordar” e bana “flor”, significa flores vivas.

A técnica Ikebana realça os efeitos lineares, cor e ritmo, tornando-se numa arte.



Seguem-se fotos do meu primeiro arranjo japonês.




O rododendro em botão.




O rododendro em flor a mostrar toda a sua formosura.





Também não resisti a elaborar um arranjo ocidental,
onde normalmente damos importância à quantidade e à cor.





Bom domingo!




Beijinhos,


Evelyne

11 de abril de 2016

Ciclo da vida…

Tal como os humanos e os produtos as plantas também têm o seu ciclo de vida.

Há uns tempos, ao observar as minhas orquídeas de interior, que florescem duas vezes por ano, resolvi seguir a vida de um vaso de orquídeas brancas, através da lente da máquina fotográfica.

O resultado desta minha experiência de 4 meses, está evidenciado nas fotos abaixo.




Inicio do ciclo de vida.
Caule com várias flores, completamente fechadas.



A orquídea em todo o seu esplendor…



Flor a iniciar a caminhada para o fim do seu ciclo de vida
Nota-se as pétalas com zonas deterioradas.



A flor no fim do seu ciclo de vida.
Ficou toda encorrilhada e com um toque quase semelhante ao papel.



As pétalas no fim do ciclo de vida, a decorar uma bandeja. 
Talvez não esteja ainda no fim!





Beijinhos,


Evelyne

20 de março de 2016

Boa Páscoa!

Todos os anos, a nossa mesa de Páscoa é enfeitada com amêndoas, ovos de chocolate ou cozidos e pintados por todos os membros da família.

Este ano a Páscoa ocorre pouco dias após o início da primavera.

Boa oportunidade para inundar a mesa de alegria com muitas cores.A Páscoa é um dia familiar, então vamos ser criativos e conferir um ar alegre ao nosso lar.

Votos de uma Santa Páscoa.



Muita cor na mesa!


Amêndoas, muitas amêndoas!





Arranjo floral.



Flores de jardim que serão recolhidas para iluminar a nossa casa.



Porque não limões para colorir um recanto da cozinha, é uma sugestão!




Na Páscoa não podem faltar os coelhinhos, estes são em cerâmica!




Beijinhos,


Evelyne

27 de fevereiro de 2016

Cactos e suculentas

Boa noite,

Descobri há pouco um passatempo que me permite, por algumas horas, estar num “outro mundo”.

Aprecio sentir a terra nas mãos;
Adoro não pensar em mais nada a não ser, criar;
Gosto de planear o local certo para cada planta e depois elaborar a composição.

Agora compreendo os amigos que têm passatempos que não querem perder!

Neste momento o meu “escape” é criar mini jardins essencialmente com suculentas e cactos.

Tenho o prazer de vos mostrar algumas das minhas “obras”!



















Beijinhos,


Evelyne

22 de fevereiro de 2016

Caixa surpresa…

Boa noite,

Adoro dar e receber presentes;
Adoro ir à procura de peças para a minha caixa surpresa;
Adoro fazer os embrulhos com tecidos, caixas e grandes laçarotes;
Adoro o tempo passado a elaborar esta caixa;
Adoro surpreender com pormenores.


Quando pretendo presentear algum amigo ou familiar, defino o orçamento e tento comprar peças que se conjugam em perfeita harmonia. Tendo sempre em atenção os gostos de cada pessoa.

Neste caso, a caixa surpresa foi para uma amiga muito querida.


Aqui está o resultado final:



Seguem-se os vários passos:

1º- Proteger cada objecto frágil com papel:



2º- Embrulhar cada peça com tecidos diferentes:






3º- Acomodar todas as peças na caixa surpresa.

Et Voilà! Um presente com várias peças, dentro de uma caixa surpresa, a um custo definido previamente (este sem surpresas).

O que acham desta ideia?

Para quem não gosta de fazer compras é uma alternativa interessante.

Já sabem, será com muito gosto poder elaborar, a vosso pedido, uma caixa surpresa.

Para encomendas ou esclarecimentos, por favor, enviar e-mail para o meu blog, terei muito prazer em ajudar!

Beijinhos




Evelyne

13 de fevereiro de 2016

Coração com suculentas…

Boa noite,

Para imprimir um ambiente romântico em nossa casa, tentei elaborar um arranjo diferente do que habitualmente faço.

Tinha esta caixa há anos, sem nenhum uso, decorei-a o com suculentas.

Aqui está o resultado.

Claro que o vermelho não podia faltar, arrojei e coloquei morangos em copos de velas recuperados.


Feliz dia 14 de Fevereiro 2016!






Seguem-se os passos para chegar ao resultado final acima apresentado:









Beijinhos


Evelyne

11 de fevereiro de 2016

Dia do Amor

Boa noite,

“Mamã afinal porque há uma data para festejar o Dia dos Namorados, qual é a historia”?

A mamã Evelyne “foi perguntar” ao seu “amigo” Google…

Ora aqui vai:
S. Valentim, nome dado ao Dia dos Namorados, foi um santo aceite por varias religiões.

Durante a governação do Imperador Cláudio II, os casamentos eram proibidos, para criação de um exército numeroso. Este imperador estava convicto que os jovens se alistariam, facilmente, se não tivessem família.

Foi sem contar com a persistência do Bispo Valentim que continuou a celebrar, em segredo, casamentos que foram descobertos, levando à sua encarceração.

Enquanto esteve preso, Valentim recebeu bilhetes e flores dos jovens que continuavam a acreditar no amor.

Artérias, uma destes jovens, cega, pediu ao pai carcereiro para visitar Valentim, apaixonaram-se e inexplicavelmente a jovem retomou a visão.

Valentim enviou uma carta de amor para a jovem com a assinatura: “de seu Valentim”, expressão ainda hoje utilizada...










Aqui fica a historia, do “nosso” Valentim: acreditem sempre no amor entre irmãos, pais e filhos, casais, amigos…

Porque não aproveitar o dia 14 de Fevereiro para comemorar o amor, em família ou entre amigos, pessoas essenciais nas nossas vidas?

Criei um cenário familiar para o almoço do próximo domingo, onde estarão à mesa três gerações, cada uma com a sua visão do significado da palavra “amor”.

Apesar de existir um dia para o amor, este deve sempre estar presente no nosso dia a dia, aconteça o que acontecer.

Animem-se a façam algo de parecido!

Beijinhos



Evelyne